2017 está no fim e muitas mudanças boas aconteceram. Apesar de todos os rumores referentes a crise, o empreendedorismo está em alta e muitos estão buscando por melhores formas de trabalho, além de trabalhar com o que gostam. E esse movimento tende a crescer em 2018.

Algumas tendências para empreendedores merecerem destaque para esse novo ano. 

1.  Millenium dá boas vindas a Geração Z

Um grupo que está chamando atenção é a geração Millenium. Quem são? Jovens tecnológicos, pessoas com liberdade de escolha e de criação que possuem um olhar inovador e colaborativo. Esta geração gastará U$ 2 trilhões a mais que a anterior. Depois desta, está  geração Z, em que os Millennials, em breve, estarão gerenciando seus funcionários. A geração Z é a primeira geração nascida com dispositivos em mãos e radicalmente diferentes dos Millennials. Empresas e marcas inteligentes estão trabalhando rapidamente para entender esta próxima geração como empregado e consumidor.

O que você pode fazer

Se atentar cada vez mais a esses grupos, focando no marketing experiencial, em que há consumidores conectados com a marca e se identificando com ela, não apenas adquirindo produtos. A venda baseada em valores está em alta, pois esses grupos precisam de uma razão para acreditarem na marca. Honestidade e transparência são valores indispensáveis. Outro fator importante, é a produção local, entender as necessidades da sua comunidade e fazer parte de algo maior. 

2.  Internet of things (Iot), artificial intelligence (AI), and machine learning (ML)

Foram as palavras-chave que os grandes portais de tecnologia e inovação não conseguiram parar de falar em 2017. Espere o mesmo em 2018. As ideias por trás deles estão tendo maiores efeitos a cada ano. Pequenas empresas agora têm acesso a muitos dos benefícios dessas tecnologias com baixo ou nenhum custo.

A Internet of things está possibilitando uma publicidade hiper personalizada, focada em geolocalização, enquanto permite que as empresas rastreiem envios e clientes como nunca antes. Artificial intelligence permite transformar um monte de dados aparentemente aleatórios em informações reais sobre a maneira como os clientes estão interagindo com sua empresa. Machine learning vai permitir que a aquisição de clientes fique muito mais rápida e eficiente, com um custo menor. 

Se quiser saber mais sobre esse assunto acesse aqui.

O que você pode fazer

É provável que sua pequena empregará software ou serviços que utilizem a tecnologia. A aposta é que, em 2018, você vai tocar nesta tecnologia mais do que nunca e, se implementada corretamente, verá os retornos associados. Procure softwares e serviços que tenham tido alguma recomendação ou avaliações positivas. Essa moda pode trazer também “furadas”. Fique atento!


3.  Vídeos ao vivo – Lives

Considerando que o próprio vídeo se tornou um componente necessário para empresas bem-sucedidas, os clientes não estão mais contentes com marketing impessoal e genérico. Os clientes exigem conexões reais, com pessoas reais. O vídeo é o conteúdo mais visualizado, e o vídeo ao vivo é a maneira mais eficaz de se envolver com seu público e estão se tornando uma parte estabelecida de uma estratégia de marketing comercial. 

O que você pode fazer

O vídeo é a forma de mídia mais fácil de digerir em um cenário dominado por smartphones. E quando uma empresa começa a adicionar um componente "ao vivo", apresentando pessoas reais, em tempo real, tem o poder de se conectar com os consumidores de forma pessoal e honesta, permitindo que as empresas se separem de seus concorrentes. O vídeo ao vivo tem a capacidade de dar uma cara a muitas empresas (e uma alma).

As empresas que planejam e dedicam recursos a vídeos em tempo real dominarão suas indústrias.

4.  Tecnologia mudando o rumo da publicidade 

Não estamos mais sozinhos. Seu telefone sabe onde você está a todo momento, por exemplo, por aquele aplicativo que você instalou e permitiu que tivesse acesso a sua localização. A partir disso, empresas conseguem fazer uma publicidade muito mais segmentada, exibindo anúncios relevantes de acordo com o local em que você se encontra.

O que você pode fazer

Uma saída inteligente nesse quesito é buscar construir um relacionamento com o cliente, sem invadir seu espaço. " Millennials " não gostam de se sentirem vendidos. 

Também é preciso ficar atento ao hackeamento dos dados. À medida que nossos dados são colocados online, o incentivo para hackers encontrar formas de obter acesso a eles só aumenta. É quase impossível sair ileso desse tipo de ação, mas atitudes como obter um plano de segurança ou um sistema de senha, ajudam nesses casos. 

5.  Trabalhadores remotos estão em ascensão

Dentro desse novo cenário, existe um aumento de pessoas trabalhando em casa e livres de um escritório fixo. Trabalhadores procuram bem-estar e empresários, menos gastos.

O que você pode fazer

A melhor rota a seguir é dar aos funcionários a flexibilidade necessária e as ferramentas de que precisam para se manterem conectados. O foco não é como ou quando fazer e, sim, no resultado entregue. Pontos positivos entram em cena, como a liberdade em contratar pessoas de qualquer área e flexibilidade em encontrar talentos. Nessa linha, espaços de coworking estão sendo cada vez mais procurados por diminuírem os custos de escritório, proporcionarem um aumento de networking e incentivarem o bem-estar e conforto enquanto se produz, além de abrirem espaço para aprendizagem social, por meio da interação e compartilhamento de ideias.

FICOU CURIOSO EM CONHECER UM COWORKING? VENHA TOMAR UM CAFÉ COM A GENTE!

 

Previsões para 2018

Em 2018 teremos mais consumidores preocupados com valores e cientes do poder que exercem. Quem utilizar a tecnologia para focar na construção de grandes comunidades, ao invés de querer controlar os passos dos clientes, terá maiores chances de conseguir a lealdade de seus consumidores. Servir a comunidade, entregando um valor consistente e gerando confiança.

Agora é sua vez. Como essas tendências levam você a pensar em mudanças em seu negócio? Quais mudanças você acha que deveria fazer?

 

Comment