“O que me define é ser criativo”, foi dessa forma que Vânder Ribeiro, formado em Direito e ex-aluno de Publicidade, mandou uma frase que resumiria a si mesmo. O brasiliense de 26 anos é um dos residentes do Manifesto Coworking e talvez um dos mais empreendedores.

Foi na Faculdade de Direito que Vânder percebeu que não conseguiria seguir o destino de muitos jovens da capital federal: formar-se, prestar concursos e conquistar um emprego com estabilidade. “O Direito contribuiu para eu saber o que eu realmente gostava”, afirma, sempre sorridente. E então, meio a contragosto do seu pai, decidiu que seria empreendedor. Fundou uma agência com um amigo, a Alldea.co, e foi nela que surgiu o Pense Assim - um projeto que surgiu para distribuir mensagens positivas nas ruas e também pela internet. Hoje, com um site novinho, o Pense Assim tem milhares de seguidores no Instagram e uma base de influenciadores do bem que só cresce.

No post de hoje traremos uma conversa bem bacana com o Vânder e que pode te inspirar a colocar em prática aquele projeto que você tem guardado e, claro, a ver a vida de forma mais positiva. Quer saber por que? Dá uma olhada!

“Vejo muita gente no mercado influenciado o consumo. Eu quero influenciar o bem”. Vânder Ribeiro

Manifesto Coworking - Como surgiu o projeto Pense Assim?

Vânder Ribeiro - Há dois anos, quando comecei a atuar como empreendedor, percebi que o mercado (e pra não falar, o mundo) tinha uma postura muito individualista. Decidi que eu queria fazer algo diferente e comecei a colar nos carros, de forma anônima, post-its com mensagens positivas. Nem imaginava que isso poderia ser um projeto. Só que tivemos uma repercussão grande (vejam esse vídeo aqui). Percebi que essa ação provocava um sentimento bom nas pessoas e vi que poderia virar um projeto. Hoje, acabamos de lançar um site e é possível participar do projeto com contribuições mensais. Já temos dezenas de participantes cadastrados, além de mais de 23 mil seguidores no Instagram que estão sempre compartilhando nossos posts.

MC - Você está sempre sorridente e a positividade é um estilo de vida que você prega não apenas no Pense Assim e no seu canal no Youtube (sim, o Vânder é youtuber também. Veja!). De onde vem essa postura?

VR - Agora você tocou num ponto bem sensível (risos). Vem da relação com meu pai. Ele sempre foi muito pessimista. Comerciante, muito comunicativo com outras pessoas mas pouco amigável comigo. E ele não acreditava que eu podia seguir o meu sonho. Então, eu precisei acreditar sozinho.

MC - E sua mãe?

VR - Minha mãe foi sempre minha base.

MC - E foi (ou é) difícil exercitar essa vibe positiva?

VR - Desde criança eu gostava de me comunicar, participava de peças de teatro e tal, mas era sempre desencorajado, algo ficava reprimido. Quando eu comecei a dar entrevistas para a TV, desabrochou essa vontade de falar sobre as coisas numa pegada positiva. Foi quando surgiu o meu canal no Youtube

MC - Você começou o Pense Assim com a distribuição de post-its nas ruas, em carros, de forma anônima. Tem algum caso legal para nos contar?

VR - Ah, eu vi muita coisa forte acontecendo quando as pessoas viam os post-its. Já presenciei uma mulher que leu a mensagem no parabrisa do carro e depois saiu chorando.

MC - O quanto este projeto tem te ensinado?

VR - Ele me ajuda a fortalecer a minha personalidade e a minha proposta de mudar o mundo. O Pense Assim vem me transformando, principalmente em perceber que a simplicidade é um dos valores mais importantes da vida. Isso me ajuda a vencer o meu perfeccionismo.

MC - Todas as frases são autorais?

VR -  Sim, e eu também crio as artes. Busco inspiração nos livros que leio, na observação de comportamentos, nas músicas brasileiras que ouço, mas também em sugestões dos usuários. (Viu galera?! Pode sugerir!)

MC - Já recebeu críticas? Como você reagiu a elas?

VR - Sim! Muitas pessoas perguntavam: “Legal! Mas como vai ganhar dinheiro?”. Mas também ninguém sugeria nada. Como eu reagi? Apenas acreditando que eu estou no caminho certo e que o Pense Assim pode, sim, ser uma marca forte. E, além disso, ajudar a melhorar a vida de muitas pessoas.

MC - E sobre sua experiência com coworkings? É a primeira vez que você trabalha em um?

VR - Não. É a segunda, mas eu gosto bastante porque é um lugar mais legal para trabalhar e também é possível conhecer pessoas.

MC - E por que aqui no Manifesto?

VR - Eu acredito que quem está fazendo a diferença em Brasília está aqui. Além disso tem o ambiente, a estrutura, a arquitetura que estimula o networking. Eu vim ao soft open para conhecer e já sabia que era aqui que eu iria trabalhar, e estou desde então.

Valeu, Vânder! Nós também temos muito orgulho de ter você em nossa comunidade. Você nos ensina diariamente a sermos mais positivos. :-)

Comment