Trabalhar remotamente tem muitos benefícios, como a flexibilidade de horas, a possibilidade de usar roupas informais e mais confortáveis, mais autonomia sobre a forma de trabalhar e tantos outros. Mas, se você faz isso de casa, por exemplo, a solidão pode ser um incômodo real.

Segundo uma publicação feita no site da Harvard Business Review (HBR), uma pesquisa organizada por eles com residentes de diversos coworking's mostrou que espaços de trabalho compartilhados, onde as pessoas "trabalham sozinhas, mas juntas", podem reduzir significativamente a chamada "epidemia da solidão".

Veja alguns dados curiosos:

> 87% dos entrevistados afirmam conhecer outros membros do coworking por motivos sociais e, destes, 54% dizem que socializam com os colegas após o trabalho e/ou nos fins de semana;

> 79% disseram que expandiu suas redes de relacionamento social;

> 83% relatam que são menos solitários e 89% afirmam ser mais felizes desde que começaram a trabalhar em um coworking;

 

Além destes resultados, o estudo mostra que os laços profissionais são super reforçados quando você decide sair da caverna e conviver com outras pessoas em um coworking:

> 82% dos entrevistados relataram que expandiu suas redes profissionais

> 80% relataram buscar ajuda ou orientação junto a outros membros do coworking;

> 64% disseram que suas redes de contato são uma fonte importante de referências de trabalho e negócios;

> 84% disseram que trabalhar em um coworking aumentou seu engajamento e motivação do trabalho e a maioria disse que consegue se concentrar melhor.

Segundo a HBR, o número de residentes de coworking's em todo o mundo deve crescer em larguíssima velocidade, passando dos atuais 1,6 milhão para cerca de 3,8 milhões.

Se nós somos bichos sociais, nenhum lugar é melhor para exercitar essa característica do que um coworking que inspira a colaboração. Então fica a dica: saia da solidão, invista na vida em comunidade e seja mais engajado, sinta-se mais motivado, produtivo e feliz no trabalho!

Comment