"Entendemos que um negócio deve, além de causar um impacto positivo na sociedade, reduzir os seus impactos negativos. Ser sustentável para a gente é um princípio básico, assim como o nosso propósito, que é estimular o empreendedorismo no Brasil." 

As palavras de Leo Ornelas, um dos sócios do Manifesto Coworking, resumem bem a nossa crença na sustentabilidade: pensamos em toda jornada do usuário dentro do Coworking e trabalhamos para melhorar cada detalhe, tanto para sua experiência, quanto para a sustentabilidade. Mas como isso acontece?

Para começo de conversa, o processo é contínuo e, sempre que há uma nova oportunidade, uma nova ação é pensada e realizada. Uma bem legal é, sem dúvida, a parceria com a Compostar, empresa que recolhe todo o lixo orgânico produzido aqui e o transforma em compostagem. 

"Como retorno, eles deixam mensalmente adubo e mudas de horta para os nossos residentes aqui no Manifesto. Recentemente, trocamos os papéis de secar as mãos do banheiro por secadores de vento. Com isso, estamos economizando mais de 250 kg de papel por ano!", destaca Leo.

No Seu Patrício Café, que funciona na entrada do Coworking, todos os canudos de plástico foram substituídos por canudos reutilizáveis de cobre. "Faz muita diferença! Agora estamos em processo de troca dos copos descartáveis de plástico por copos biodegradáveis feitos de mandioca. Já fizemos a encomenda!", afirma, animado.

De acordo com ele, em eventos maiores as pessoas são solicitadas a trazer seus próprios copos reutilizáveis. Já entre os residentes a criação de uma cultura que reforce a sustentabilidade é permanente. O processo de adaptação não é sempre fácil, conta Leo Ornelas, com os recados espalhados pelo Coworking e o reforço dessa mensagem por e-mail e de outros canais acaba fazendo com que todos entendam o propósito e se engajem na jornada.

Leia também

Sustentabilidade no Coworking: o que você tem a ver com isso? 

--

O post da Cristal sobre "Como ter um negócio mais sustentável" nos inspirou para esta publicação. Veja um resumo de coisas que podem ser feitas por empresas que desejam avançar neste sentido:

1. Parar de disponibilizar descartáveis.

2. Instale torneiras que desligam sozinhas e descargas rápidas.

3. Pare de imprimir coisas desnecessárias.

4. Coloque avisos nos interruptores para desligar a luz e automatize o que for possível.

5. Separe o lixo reciclável.

6. Crie Pontos de Entrega Voluntário (PEVs) de lixos especiais como pilhas e baterias.

7. Destine corretamente o lixo orgânico à compostagem .

8. Priorize matérias-primas, produtos ou embalagens de materiais renováveis e/ou recicladas.

 

Que saber mais? Veja o post completo.

 

Comment